Portal das escolas da DDZ Leste I

Compartilhando boas práticas de ensino e aprendizagem.


Home
Login

Área restrita


Na Escola Antonina Borges de Sá os jogos lúdicos que tornam o ensino da Geografia mais atrativo


Postado em 14/09/2017

Iniciativas que façam com que os alunos se interessem mais por temas importantes de matérias como geografia são vitais. Dessa forma, o projeto “Os jogos lúdicos: o ensino e aprendizagem nas aulas de geografia”, que traz uma perspectiva diferente sobre o conteúdo da disciplina, tornou-se fundamental para o desenvolvimento dos alunos da Escola Municipal Antonina Borges de Sá, localizada no São José 2.

Na tarde desta quarta-feira, 13/9, no auditório da escola, cerca de 100 estudantes do 8° ano da unidade mostraram isso durante um torneio sobre o conhecimento na matéria.

O tema da disputa eram as Américas e as regras eram: não pode utilizar livros, não dar dicas e sempre um aluno diferente por jogo. Foram oito jogos numa disputa acirrada entre as turmas do 8° ano do Ensino Fundamental. As torcidas também deram um show a parte.

A responsável pelo projeto é a professora de Geografia, Raquel Vieira. Ela conta que, devido ao sucesso da iniciativa, pretende expandir a atividade para outras turmas da escola. “São os estudantes do 8° ano, mas depois faremos com o 7° e o 9° ano. Esse momento é de aprendizagem dos alunos, principalmente agora que eles vão fazer as provas do terceiro bimestre. Assim, vão fixar o conteúdo”, completa.

Essa experiência é possível devido ao Programa Ciência na Escola (PCE), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), que agraciou este ano 27 projetos na Secretaria Municipal de Educação (Semed). Para tal, os professores selecionados, além da bolsa, puderam contar com a ajuda de cinco alunos bolsistas em iniciação científica. Um desses é Keven Ribeiro de Souza, do 8º A, que explicou como ele foi escolhido e como tem sido a experiência até agora. “Ela (a professora) foi me chamar na sala de aula porque achava que eu era um dos melhores alunos. Os jogos lúdicos são bem legais de fazer e a professora desenvolve com a gente. Construímos vários jogos com materiais recicláveis e outras coisas. É bom fazer coisas novas, estou aprendendo mais e de forma diferenciada”.

 

O professor Rosivaldo Moreira, da Gerência de Tecnologia Educacional (GTE), é um dos coordenadores do PCE na Semed. Ele explicou a importância desse momento no desenvolvimento do projeto e como funcionou a dinâmica para os projetos aprovados. “Essa atividade de hoje já é uma atividade resultado do projeto. Fizeram a pesquisa, construíram os jogos, trabalharam a teoria com os alunos e hoje estão trabalhando uma atividade concreta na escola. No início de junho saiu o resultado e, a partir de julho, começou a ser implementado na escola”.

A unidade desenvolve outros projetos, como por exemplo, uma parceria com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), na qual os alunos coletam mosquitos da espécie Aedes Aegypti, e levam para ser examinados nos laboratórios da universidade. Para o gestor da unidade, Paulino Pinheiro, todas essas atividades acrescentam muito no desenvolvimento dos estudantes. “Isso é importante para os alunos terem novos tipos de aula, diferenciadas, que enriquecem e engradecem o ensino e aprendizado deles”.

 

Texto: Alexandre Abreu

Fotos: Cleomir Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Fonte: http://semed.manaus.am.gov.br/alunos-participam-de-jogos-ludicos-que-tornam-o-ensino-da-geografia-mais-atrativo/

Inserido por: Equipe do Portal

Deixe um comentário:

Outras postagens


Aguarde